Sustentabilidade nas Organizações, por que falar sobre isso?

Notícia

Sustentabilidade nas Organizações, por que falar sobre isso?
30/08/2016

Sustentabilidade Nas Organizações, Por Que Falar Sobre Isso?

O termo já é bastante conhecido em assuntos ligados ao meio ambiente, mas quando aplicado ao meio corporativo, traz bem estar e revela colaboradores mais produtivos

Sustentabilidade tem sido uma palavra bem falada nos últimos anos. A preocupação com o aquecimento global e com a necessidade de uma maior preocupação com o meio ambiente fez com que ela ocupasse lugar de destaque em campos diferentes da sociedade. Mas você sabia que também é possível falar de sustentabilidade nas organizações?

Sustentabilidade Nas Organizações, Por Que Falar Sobre Isso?

Etimologicamente, a palavra sustentável tem origem no latim “sustentare”, que significa sustentar, apoiar e conservar. Portanto, segundo a coordenadora do MBA em Gestão de Pessoas por Competências, Indicadores e Coaching do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), Cyndia Bressan, “uma organização com sustentabilidade deve sustentar uma cultura de transparência, conscientização e bem estar, apoiar práticas de preservação, reciclagem e recriação de modelos e atitudes, além de conservar os recursos naturais, humanos e sociais desenvolvidos”.

Pensar em tudo isso no ambiente corporativo ainda é algo muito novo, mas acredite: traz resultados incríveis! E a explicação é simples. Cria um modelo de gestão de pessoas sustentável, o qual não é baseado apenas em pressionar os colaboradores para que atinjam suas metas, o que faz com muitos “explodam” em algum momento, mas cria um ambiente de bem estar que os estimulem a descobrir e trabalhar com todo o seu potencial.

Gostou do assunto? Então confira 10 dicas para uma organização sustentável com ênfase no bem estar:

1) Comunicação clara e transparente entre todos os departamentos da organização;

2) Desenvolvimento de ações que valorizem o DNA da empresa, ou seja, sua cultura organizacional (missão e valores);

3) Apoio aos colaboradores e comemoração de ações bem sucedidas;

4) Utilização da intranet, dos murais e estratégias de endomarketing para construção e fortalecimento do ideal de sustentabilidade;

5) Práticas que promovam o bem estar dos clientes internos e externos;

6) Atividades que inovem o cotidiano organizacional como recitais, jograis e incentivos internos para construção de instrumentos que divulguem o ethos da sustentabilidade entre os clientes internos e externos;

7) Ações de preservação ambiental: uso de canecas ao invés de descartáveis; reciclagem de lixo, reaproveitamento de papel, desligar equipamentos da tomada quando sem uso, entre outros;

8) Práticas sociais como adoção de uma casa de idosos, uma creche ou hospital com necessidades;

9) Treinamento e desenvolvimento para fortalecimento desta nova concepção e geração de novos modelos mentais e, consequentemente, de novas atitudes;

10) Ações que valorizem o bem estar físico, mental, emocional e social de todos os envolvidos na organização.

Gostou? Então inove e ajude a desenvolver uma organização sustentável!

Voltar

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora