Setor de Logística requer profissionais que saibam “fazer mais com menos”

Notícia

 
Setor de Logística requer profissionais que saibam “fazer mais com menos”
01/02/2016

De acordo com estudo da Michael Page, capacidade de reduzir custos e gerar mais eficiência é competência analisada no momento da contratação. 

Que a crise chegou e se instalou na economia brasileira não é novidade para ninguém. Mas o que poucos sabem é que em meio à crise existem setores que serão mais requisitados pelas empresas. De acordo com um estudo realizado pela empresa de recrutamento mundial, Michael Page, a área de Logística será uma das responsáveis por movimentar o mercado de trabalho em 2016. Mas se por um lado a notícia é boa, por outro, aqueles que pretendem garantir uma vaga no setor deverão se reciclar e compreender que grandes empresas estão priorizando a contratação de profissionais que saibam atuar com redução de custos e alta eficiência.
“A redução de tempo e custo são dois dos principais pilares para
que a logística seja praticada de forma moderna. Profissionais que saibam ‘fazer mais com menos’ estarão no foco das empresas”, garante o coordenador do MBA Executivo em Logística de Distribuição e Produção do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), Tarcísio Meneses.

Capacitação Profissional

Em um cenário econômico turbulento, com um mercado de trabalho que exige um alto nível de performance dos profissionais, qualificar-se ainda é um dos requisitos que fazem a diferença para quem deseja ingressar e/ou permanecer no mercado de trabalho.
“Ter domínio sobre ferramentas de tecnologia da informação e softwares específicos para a área de logística é um fator de vantagem competitiva altíssimo, principalmente se aliado a uma formação acadêmica forte. O MBA do IPOG permite que o aluno vivencie na prática a união entre a visão estratégica e operacional ”, esclarece o coordenador do MBA, Tarcísio Meneses.
Quem se beneficiou com a completa formação curricular do curso foi o gerente de Logística, Osvando de Oliveira. Ele concluiu sua especialização em 2013 e aprova a experiência. “O MBA abriu meus horizontes em relação a conhecimento, contatos e uma nova maneira de pensar sobre soluções já consagradas e novas a serem criadas, já que o setor é muito dinâmico”, pontua Osvando. 

Voltar

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora