Pesquisa aponta que média de investimentos em arquitetura corresponde a 10% do valor total da obra

Notícia

Pesquisa aponta que média de investimentos em arquitetura corresponde a 10% do valor total da obra
05/11/2015

Por falta de informação, brasileiro deixa de investir em arquitetura na hora de construir ou reformar

Pesquisa Aponta Que Média De Investimentos Em Arquitetura Corresponde A 10% Do Valor Total Da Obra

Em uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU-BR), foi revelado que a maioria das construções e reformas particulares no Brasil são feitas sem assistência de um profissional especializado. De acordo com a pesquisa, em um total de 2.419 pessoas entrevistadas em 177 municípios diferentes em todo o País, 54% da população economicamente ativa já construiu ou reformou, mas apenas 14% contratou arquitetos ou engenheiros como recomenda a legislação brasileira. 

Pesquisa Aponta Que Média De Investimentos Em Arquitetura Corresponde A 10% Do Valor Total Da Obra

“A contratação de um profissional especializado faz com que a reforma ou a construção seja realizada com segurança, técnica e estética. Além disso, a vida útil do imóvel será maior, pois a escolha dos materiais adequados ao destino do projeto é feito com assertividade”, diz o especialista em arquitetura e professor do Curso de EspecializaçãoMaster em Arquitetura & Lighting do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG) de Fortaleza, Lorí Crizel. Para o especialista, a contratação de um arquiteto contribui com soluções mais adequadas para o espaço e fazem convergência às necessidades do cliente. “Ao contratar um arquiteto, a proposta de funcionalidade, técnica e criatividade está inserida, mas sempre com foco no orçamento do cliente”, explica Lorí.
A pesquisa também destacou que pessoas que investiram em mão de obra qualificada ficaram mais satisfeitas do que as que preferiram poupar o investimento, e apontou que a principal razão da não contratação de serviços especializados está ligada diretamente ao orçamento. A maioria dos entrevistados acreditava que o trabalho do arquiteto fosse caro, mas ao contrário do que muitos pensam, a pesquisa revelou que o projeto custa em torno de 10% do valor total da obra e ainda garante a segurança de que o serviço será entregue com competência e nos prazos estabelecidos.
“Arquitetura é um investimento que deve ser feito com consciência e com a certeza de que as decisões pré-estabelecidas entre cliente e profissional serão cumpridas”, pontua Lorí. Segundo o especialista, dá para fazer projetos muito bem estruturados sem gastar tanto dinheiro, basta que o contrato seja firmado especificando o valor que o cliente pretende destinar ao projeto. “O investimento na contratação do arquiteto se reverterá no valor agregado ao projeto pronto. O resultado será dentro dos valores solicitados e adequado às reais necessidades do cliente”, conclui Lorí Crizel. 

Voltar

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora