Mercado de Engenharia opta por profissionais de qualidade e que saibam reduzir custos

Notícia

Mercado de Engenharia opta por profissionais de qualidade e que saibam reduzir custos
17/03/2016

Mercado De Engenharia Opta Por Profissionais De Qualidade E Que Saibam Reduzir Custos

Depois do crescimento da construção civil, há cerca de quatro anos, o mercado passa por uma desaceleração, principalmente, devido à recessão econômica. Nesse cenário, as empresas buscam soluções para enfrentar as turbulências. Entre as práticas necessárias aos profissionais da Engenharia Civil, o uso da tecnologia tem se destacado. É o que aponta o Boletim de Tendência da Construção Civil, estudo realizado, em janeiro de 2016, pelo Sebrae Inteligência Setorial.

Para acompanhar as mudanças, os profissionais devem se manter capacitados, tanto em aspectos técnicos quanto comportamentais. De acordo com o Guia Salarial da Robert Half, empresa multinacional de recrutamento, neste ano, a exigência das empresas continua alta. Profissionais eficientes e que apresentem melhores resultados em cargos de gestão são os mais disputados.

Capacitação profissional

O engenheiro civil Fernando Melo optou pela especialização em busca de aperfeiçoamento profissional. Ele concluiu, no ano passado, o MBA Projeto, Execução e Desempenho de Estruturas e Fundações no Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG). 

“Avalio a especialização como um curso necessário nos dias de hoje, porque temos muitos profissionais entrando no mercado e, com certeza, é um diferencial no currículo. Acredito que quanto mais conhecimento tivermos de um determinado assunto, mais chances teremos de desenvolver atividades com maior firmeza e assertividade”, avalia Melo.

Uma das disciplinas oferecidas no MBA é o uso de softwares para o dimensionamento estrutural, como é o caso do Eberick, plataforma de dimensionamento e cálculo estrutural. Em parceria com a empresa desenvolvedora, a AltoQI, o IPOG disponibiliza seminários gratuitos aos alunos para conhecerem o programa. “Essa é mais uma oportunidade que o IPOG coloca à disposição de seus alunos, complementando as aulas do curso”, afirma um dos coordenadores do MBA e gestor de projetos de riscos da Eletrobras, o pós-doutor Flávio Sohler, que recentemente concluiu sua tese, em Portugal, sobre análise de riscos em barragens.

Mercado De Engenharia Opta Por Profissionais De Qualidade E Que Saibam Reduzir Custos

 

Sobre o MBA

O outro coordenado do MBA Projeto, Execução e Desempenho de Estruturas e Fundações do IPOG é o doutor em Construção Civil pela UFRGS e mestre em Estruturas pela UFES, o engenheiro civil Sérgio Botassi.  Para ele, o mercado necessita de profissionais que saibam racionalizar a atividade. “Hoje, estamos em um momento em que há dificuldade econômica e a construção civil está em busca de profissionais que sejam competitivos, reduzindo custos e mantendo qualidade. Por isso, é fundamental que esse profissional se mantenha qualificado”, afirma Sérgio Botassi.

O curso é baseado em três pilares. O primeiro é o planejamento, visto que, qualquer obra de Engenharia requer um programa, já que um atraso ou mudança pode impactar no resultado final. O segundo pilar é o projeto, devido à necessidade de um trabalho minucioso de cálculos, confecção de estrutura e fundação. O terceiro é a parte de controle e execução, ou seja, após o projeto, é necessário executá-lo da forma mais eficiente e com a maior qualidade possível. Para isso, o profissional precisa conhecer requisitos de controle tecnológico dos materiais e as melhores formas de execução.

 

“Um profissional completo na área de estrutura e fundações precisa ter um conhecimento aprofundado da exequibilidade da obra em campo. Caso contrário, tudo aquilo que ele concebeu no papel vai enfrentar muitas dificuldades de execução e, com isso, gera uma série de transtornos para o empreendedor e construtora, a qual ele foi contratado”, analisa Sérgio Botassi.

 O curso é voltado para profissionais do ramo de Engenharia Civil, arquitetos, empreendedores, gestores, coordenadores, responsáveis técnicos de obras, superintendências, secretarias e órgãos públicos que tenham como foco a construção de empreendimentos civis a fim de garantir a excelência na área. Informações pelo site ipog.edu.br.

Voltar

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora