IPOG recebe prêmio GPTW

Notícia

 
IPOG recebe prêmio GPTW
29/09/2016

Completando 15 anos, a Instituição já soma mais de 40 mil profissionais no País com seu selo. No seu novo momento, o IPOG quer, além de formar profissionais diferenciados, contribuir para o desenvolvimento integral do ser humano

Reconhecido nacionalmente como uma das melhores empresas para se trabalhar e com mais de 40 mil profissionais com o selo da instituição no currículo, o Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG) chega aos seus 15 anos. Presente em 26 Estados e no Distrito Federal, o Instituto oferece com excelência cursos de graduação, pós-graduação, de aperfeiçoamento, EaD e soluções em treinamentos corporativos. Conheça um pouquinho da história do IPOG e de quem fez e faz parte desse sucesso!

Como tudo começou

Idealizado pelo empresário Paulo Santana, o IPOG nasceu em 2001 com o intuito de atender a demanda por cursos de especializações em Goiás. À época, Paulo e Renan Lima (atual parceiro em Brasília) dividiam as funções internas. “O IPOG nasceu como um sonho. Ele cresceu através das pessoas que acreditavam no potencial de cada um”, relembra Paulo.

Reconhecimento

A partir de então, o IPOG começou a desbravar o País, gerando conquista e satisfação com sua bagagem preciosa de conhecimento. Em 2009, foi credenciado pelo MEC como Instituição de Ensino Superior, o que permitiu a chancelar os próprios cursos. Assim, a marca se tornou ainda mais conhecida. “O que nos tornou grande foi o investimento em pessoas que tinham sinergia com a filosofia IPOG. Essa é uma energia mágica, que nos move, que nos inspira! ”, reflete Paulo.

E, por falar em inspiração, foi aí que surgiu o propósito do IPOG, de “Inspirar Vidas”. Através de histórias de pessoas que alcançaram seus sonhos e inspiraram outros colegas de trabalho, identificar esse propósito foi marco para dar ainda mais sentido ao que é a empresa.

O reconhecimento, é claro, também chegou de várias formas. Uma delas foi a conquista, em 2015, do 7º lugar na premiação “Great Place To Work”, entre as 35 mais bem votadas do prêmio no Centro-Oeste. No País, o IPOG ocupou a 22ª colocação e, ainda, recebeu o prêmio América Latina, no 32º lugar. Em 2016, o Instituto conquistou a 6ª posição. “Essas pessoas que iniciaram com inovação, com vontade de crescer, inspiraram todas as outras: professores, alunos, colaboradores. Cada um contribuiu um pouquinho para esse crescimento, para inspirar outras vidas”, comenta Paulo Santana sobre as premiações.

O que vem por aí?

Algumas pessoas se perguntam: se já está bem consolidado no mercado, precisa fazer mais o quê? Bom, ainda tem muito trabalho a ser feito! Nessa uma década e meia, o IPOG buscou colaborar, através do conhecimento e da educação, e contribuir para formar profissionais diferenciados e inspirados a serem únicos e excepcionalmente melhores a cada jornada. Agora, nesse momento de transição e com novos caminhos a trilhar, o Instituto floresceu e quer contribuir ainda mais com o progresso não apenas de seus clientes, mas da sociedade como um todo. A partir de agora, o IPOG se volta também ao desenvolvimento integral do ser humano. Além de formar profissionais qualificados para o mercado de trabalho, o objetivo é fazer com que seres humanos vivam em sua plenitude e sejam capazes de melhorar todo o sistema que nos rodeia. A meta, agora, é também ajudar as pessoas a florescerem e tornarem o mundo um lugar ainda melhor. “O IPOG hoje atua como um conjunto de fatores para o florescimento da comunidade, das pessoas e também das empresas. O nosso futuro é ser um Centro de Pesquisa e Conhecimento, onde as pessoas e empresas invistam em inovação, gerando conhecimento para atingir o potencial humano”, prospecta Paulo.

Voltar

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora