Inteligência Digital como vantagem competitiva de mercado

Notícia

 
Inteligência Digital como vantagem competitiva de mercado
17/05/2016

Com as constantes mudanças que ocorrem no ambiente digital, para uma empresa se destacar das demais não basta apenas estar presente neste cenário, é preciso saber usá-lo a seu favor.

 

São inúmeras plataformas, softwares, programas e aplicativos capazes de oferecer informações valiosíssimas sobre o cenário em que a empresa está inserida, seu público-alvo, informações sobre seus principais concorrentes, etc.  Neste sentido, a análise desses dados auxilia em um planejamento estratégico de marketing mais assertivo, desenvolvendo, assim, a Inteligência Digital da empresa, que irá contribuir significativamente, gerando vantagem competitiva de mercado.

 

“Existe uma diversidade de ferramentas que conseguem minerar dados coletados na internet, transformando em fontes de informação extremamente importantes para a tomada de decisão dos gestores, e tudo isso pode dar rumo ao desenvolvimento de novos produtos ou estratégias para o negócio da empresa”, explica o professor do MBA em Marketing e Inteligência Digital do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), Carlos Barros.

 

“À medida que esta prática se solidifica dentro das empresas, o resultado tende a ser cada vez mais positivo e gerar mais lucratividade, pois com a análise de dados é possível direcionar os esforços das equipes de marketing e vendas para uma atuação integrada e focada nas necessidades dos potenciais clientes”, complementa o coordenador do curso, Edson Teixeira.

 

Sobre a especialização

No dia 20 de maio, a primeira turma do MBA em Marketing e Inteligência Digital do IPOG será inaugurada em Goiânia (GO). De acordo com Carlos Barros, a grade do curso foi planejada de maneira a instruir o profissional a atender as atualizações das demandas do mercado de marketing. “O curso MID vem com uma proposta de alinhar as novas tecnologias com a base sólida do marketing. Disciplinas voltadas para o novo consumidor online, menos receptivo a propagandas convencionais e que exige um relacionamento mais próximo com as marcas que consome”, conclui.

 

 

Voltar

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora