Construção civil: cenário desafiador exige profissionais que saibam racionalizar recursos

Notícia

Construção civil: cenário desafiador exige profissionais que saibam racionalizar recursos
04/11/2015

Construção Civil: Cenário Desafiador Exige Profissionais Que Saibam Racionalizar Recursos

Uma das principais habilidades exigidas ao profissional da construção, no cenário da Engenharia Civil, é a capacidade de racionalizar recursos e equipamentos, mantendo um elevado nível de qualidade e desempenho estrutural de fundações. Essa cobrança se mostra ainda maior diante do momento desafiador que o mercado de trabalho enfrenta devido à crise econômica.

Para promover a qualificação profissional nessa área, o Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG) de Florianópolis inaugura, no dia 06 de novembro, a 3ª turma do MBA Projeto, Execução e Controle de Estruturas e Fundações. Com o tema “Análise Global de Estruturas de Concreto”, o primeiro módulo da especialização será ministrado pelo o professor Murilo Meiron de Pádua, mestre em Engenharia Civil, no hotel Corporate Park.

Construção Civil: Cenário Desafiador Exige Profissionais Que Saibam Racionalizar Recursos

De acordo com o coordenador do MBA, professor Sérgio Botassi, o mercado necessita de profissionais que saibam racionalizar a atividade. “Hoje, estamos em um momento em que há certa dificuldade econômica e a construção civil está em busca de profissionais que sejam competitivos, reduzindo custos e mantendo qualidade. Por isso, é fundamental que esse profissional se mantenha qualificado”, avalia o professor, cuja tese de doutorado foi premiada pela Presidência da República por apresentar propriedades do concreto em grandes obras de infraestrutura de forma a garantir economia de insumos e aumentar a produtividade da mão de obra.

Especialização

O MBA Projeto, Execução e Controle de Estruturas e Fundações é baseado em três pilares. O primeiro é o planejamento, visto que, qualquer obra de Engenharia requer um programa e um atraso ou mudança pode impactar no resultado final. O segundo pilar é o projeto, devido à necessidade de um trabalho minucioso de cálculos, confecção de estruturas e fundações. O terceiro é a parte de controle e execução, ou seja, após o projeto, é necessário executá-lo da forma mais eficiente e com a maior qualidade possível. Para isso, o profissional precisa conhecer as exigências de controle tecnológico dos materiais e as melhores formas de execução.

O curso é voltado para profissionais do ramo de Engenharia Civil, arquitetos, empreendedores, gestores, coordenadores, responsáveis técnicos de obras, superintendências, secretarias e órgãos públicos que tenham como foco a construção de empreendimentos civis a fim de garantir a excelência na área.

Para mais informações, entre em contato pelo (48) 3225-0116/(48) 3371-0117 ou pelo e-mail florianopolis@ipog.edu.br

 

 

Voltar

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora