Curso de Aplicação da Gestão e Modelagem de Projetos e Processos - Curso Remoto

Sobre o curso

Curso Curso de Aplicação da Gestão e Modelagem de Projetos e Processos - Curso Remoto
56 horas/aula Remotas

Sobre o curso

Projetos são esforços temporários que têm por objetivo criar produtos, serviços, processos, iniciativas estratégicas e melhorias dos processos organizacionais. Para se atingir as entregas dos projetos, é necessário o planejamento e execução de atividades inter-relacionadas que contam com recursos limitados.

Para que as entregas e resultados sejam consistentes ao longo do tempo, as organizações precisam investir em capacitação e processos rotineiros bem definidos. Muitas empresas trabalham na implementação de projetos e desenvolvem processos de forma a padronizar suas operações e entregas. A modelagem de projetos e processos tem por objetivo que as organizações busquem aumento da eficiência, competitividade e sustentabilidade no mercado.

 

Existem diversas organizações que divulgam “boas práticas” de gerenciamento de projetos e processos, tais como: Project Management Institute (PMI) e International Project Management Association (IPMA), Association of Business Process Management International (ABPMP), International Organization for Standardization (ISO), dentre outras. O conhecimento dessas “boas práticas”permite que cada profissional e organização estabeleça seus próprios métodos e metodologias.

Por este motivo, se faz fundamental absorver este tipo de conhecimento. Esse curso trata dos principais temas para gestão de projetos e processos como integração e ferramentas de projetos e processos, escopo e cronograma, custos e riscos, gestão e mapeamento de processos utilizando o software BIZAGI Modeler (Business Process Modeling Software – BPM).

 

 

SE O TEMPO É CURTO, APROVEITE!

 

 

Os cursos de curta duração do IPOG têm como objetivos: atualizar o seu conhecimento em um menor espaço de tempo; expandir suas técnicas e reciclar as práticas de sua profissão de forma rápida, sem perder a qualidade. Não é necessário possuir curso superior, basta ter iniciativa e vontade de se desenvolver profissionalmente.

Objetivos do curso

Você estará preparado para gerenciar projetos e processos em qualquer organização, indústria e segmento de mercado. O diferencial do IPOG é trazer conteúdo e experiência de mercado, tanto teórica quanto prática, para a vida do aluno.

Para quem é?

Gestores, profissionais de tecnologia da informação, análise de sistemas e programadores, engenheiros, economistas, administradores, advogados e outros que desejam realizar um curso que os prepare na prática para gerenciarem projetos e processos estando aptos para as oportunidades de empregabilidade e trabalho.

Grade curricular

1) INTEGRAÇÃO E FERRAMENTAS DE PROJETOS E PROCESSOS
O Instituto de Gerenciamento de Projetos (Project Management Institute – PMI); Certificação “Profissional em Gerenciamento de Projetos” (PMP); Definições de projetos e operações continuadas; Principais participantes de um projeto; Definições de gerenciamento de projetos; Objetivos e benefícios do gerenciamento de projetos; Implantação do Escritório de Projetos (PMO); Programa e portfólio de projetos; Base de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos (PMBOK); Ciclo de vida e fases de um projeto; Processos do gerenciamento de projetos; Áreas de conhecimento em gerenciamento de projetos; Gerente de projetos e processos e suas habilidades e conhecimentos necessários; Integração de Projetos e Processos; Termo de Abertura do Projeto; Objetivos e justificativas; Metas; Restrições e Premissas; Tripé fundamental do PMI; Plano de Gerenciamento do Projeto; Lições Aprendidas; Principais documentos de um projeto; Conclusão com sucesso de um projeto; Aplicação dos métodos ágeis e colaborativos; Diferenças entre métodos tradicionais e métodos ágeis; Design Thinking; Canvas; Lean e Kanban; Scrum; Métodos híbridos; Exercícios de aplicação de todo o conhecimento adquirido.

2) ESCOPO, CRONOGRAMA E FERRAMENTAS
Planejamento da gestão do escopo; Escopo do projeto e escopo do produto; Coleta de requisitos; Definição do escopo; Controle do escopo; Passos para a elaboração da EAP; Mandamentos para construção de EAP; Estrutura Analítica do Projeto ou EAP (Work Breakdown Structure – WBS); Decomposição do escopo; Dicionário de EAP; Identificadores de EAP exclusivos (código de contas); Principais entradas e saídas do processo de gestão do escopo; Controle do escopo; Avanço físico; Validação do escopo; demais entradas e saídas do processo de gestão do escopo; Plano de gerenciamento do escopo; Considerações sobre planejamento estratégico; Características do gerenciamento da duração do projeto; Definição de atividades; Sequenciamento de atividades; Técnicas para desenvolvimento do cronograma; Tipos de atividades – Atividade-Resumo, Atividade Normal, Marco, Nome do Projeto; Técnicas para estimativa da duração das atividades; Determinação de caminho crítico – PERT/ COM; Determinação da dependência – Ligações obrigatórias, arbitradas e externas; Relações de precedência – Início para Início, Fim para Fim, Início para Fim e Fim para Início; Exemplos de software de gerenciamento que auxiliam na construção da rede; Utilização prática da ferramenta WBS e cronograma; Outros recursos de programação – Postergação e Antecipação; Diagramas e gráficos de rede; Técnicas de compressão do cronograma – Compressão de atividades e paralelismo entre atividades; Estimativa de recursos humanos nas atividades – Nivelamento de recursos; Atualização e controle do cronograma; Plano de gerenciamento do cronograma; Exercícios de aplicação de todo o conhecimento adquirido.

3) CUSTOS, RISCOS E FERRAMENTAS
Gestão de recursos para construção de cronogramas e orçamentos; visão geral de contabilidade de custos; técnicas para estimar os custos e determinar o orçamento; cálculo dos Benefícios e Despesas Indiretas (BDI) e jurisprudências do tribunal de Contas da União (TCU); técnicas para Controlar e Monitorar os Custos; Gerenciamento do Valor Agregado / Earned Value Management (EVM); Conceito de riscos e de gerenciamento de riscos; categorização dos riscos; Estrutura Analítica de Riscos (EAR); Fatores Críticos de Sucesso; Identificação dos riscos; Análise qualitativa de riscos; Análise quantitativa de riscos (Valor Monetário Esperado, Simulação de Monte Carlo, Árvore de Decisão, Análise de Cenários, Análise de Sensibilidade, Diagrama de Tornado e Análise de Contingências de custos e duração) e Estratégias de respostas aos riscos; Plano de gerenciamento do risco; Exercícios de aplicação de todo o conhecimento adquirido. Todos os processos, ferramentas e métodos estão conforme as “boas práticas” disseminadas pelo Project Management Institute (PMI) através do Project Management Body of Knowledge (PMBOK) e pelo International Organization for Standardization através da ISO 31000 – Gerenciamento de Riscos.

4) GESTÃO E MAPEAMENTO DE PROCESSOS UTILIZANDO BIZAGI MODELER
Requisitos da NBR ISO 9001-2000; Definição de processos; Etapas na criação do mapeamento dos processos; Tipos de processos; Identificação dos processos críticos; Elaboração do modelo SIPOC (Fornecedor-Entrada-Processo-Saída-Cliente); Desdobramento dos processos; Mapa de processos: atividades, funções envolvidas, indicadores de desempenho resultantes, indicadores de controle; Tipos básicos de indicadores: Produtividade, Qualidade e Capacidade; Macroprocessos, processos e atividades; Ferramentas para mapeamento de processos; Fluxogramas e simbologia adotadas no fluxogramas; Tipos de fluxogramas: Bloco, Vertical, Funcional (Setorial), Fluxo-Cronograma, Físico (Geográfico); Ferramentas da Qualidade: Pareto, Diagrama Causa-Efeito, 5W2H, GUT; Padronização das práticas de processos; Estrutura da documentação da qualidade; Estrutura de um procedimento; Análise crítica do desempenho; Utilização do software BIZAGI Modeler; Exercícios de aplicação de todo o conhecimento adquirido.

5) COMUNICAÇÕES E PARTICIPANTES EM PROJETOS E PROCESSOS Conceito geral de comunicação; Canais de comunicação; Tipos de comunicação: comunicação verbal e não verbal; Estilos de comunicação: formal e informal; Modelo de comunicação; Principais saídas; Principais processos; Planejamento das comunicações; Gerenciamento das partes interessadas; Processo de planejamento das comunicações; Tecnologia das comunicações; Plano de gerenciamento das comunicações e plano de gerenciamento dos stakeholders; Processo de distribuição das informações; Comunicações bem-sucedidas com a equipe do projeto; Processo de relatório de desempenho; Gerenciamento de Crises; Processos de definição dos stakeholders, comprometimento e controle dos stakeholders.

*As ementas poderão ser ajustadas conforme demandas de mercado, novas legislações, novos cenários e contextos.
Carga Horária: Total de 56 horas

Coordenação

FLÁVIO AUGUSTO SETTIMI SOHLER, PHD., DSC., MSC., PMI-PMP, PMI-RMP
Pós-Doutor em engenharia civil pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (Portugal) e Universidade de Hamburg-Harburg, Alemanha. Doutorado em engenharia civil na UFRGS. Doutor em Psicologia Organizacional pela PUC-GO. Mestre em Engenharia de Produção pela PUC-RJ. Graduado em engenharia civil, e Especialista em Análise de Sistemas e Telecomunicações pela PUC-RJ. Especialista em Project Finance pela USP. Possui a certificação do Project Management Institute-USA (PMI) como Project Management Professional (PMP) e Risk Management Professional (RMP). Possui as certificações de Microsoft Certified Trainer (MCT), Microsoft Certified Professional (MCP), Microsoft Certified Professional + Internet (MCP+I), Microsoft Certified Systems Engineer (MCSE), Certified Lotus Specialist (CLS) e Certified Lotus Professional (CLP), Certified Novell Administrator (CNA), Certified Novell Engineer (CNE) e Master CNE (MCNE).

LEANDRO VIGNOCHI, PMI-PMP, SCRUM-ASF, PRINCE2
Graduado em Administração de Empresas com Habilitação em Análise de Sistemas; MBA em Gestão Estratégica de Projetos; MBA em Gestão Integrada da Comunicação Corporativa e Pessoal; Certificação PMP (Project Management Professional) pelo Project Management Institute – USA.; Certificação AGILE SCRUM FOUNDATION pelo EXIM; Certificação PRINCE2 United Kingdom; Vice-presidente de expansão e Branchs do PMI-RS; Capacitação no Programa Lean Manufacturing (Produção na escola Biticino – México; Professor das disciplinas de Comunicação, Riscos, Integração, Aquisições, Escopo, RH e Tempo, nas das seguintes instituições de ensino: IPOG, SENAC, FISUL, Unisinos, UCS, PUC, Unilassal; Desde de 2010 atuando como Diretor da Exitus Gestão de Projetos e Processos; Experiência em gerenciamento de projetos atuando principalmente em ambiente de múltiplos projetos.

Quero investir no meu futuro profissional! Preencha o formulário abaixo e avance na sua carreira

O IPOG

Atualmente o IPOG está presente em todos os estados do Brasil e no Distrito Federal, o que comprova o crescimento do Instituto num segmento de mercado altamente competitivo, que exige modernizações e inovações constantes.

null

A qualidade da aprendizagem aplicada é a razão pela qual 90% dos nossos alunos escolhem o IPOG.

null

Instituição de ensino presente em todo território nacional.

Junte-se a mais de 100.000 estudantes do IPOG agora